REDES SOCIAIS

@jopa.gram
/jopa.face
/Jopa Tube

A tradição do Haloween

Cerca de 2000 anos atrás, o povo Celta vivia na área onde fica hoje a Irlanda, Irlanda do Norte, Escócia, País de Gales e o norte da França. Eles celebravam o ano novo em 1 de novembro que era também chamado de Dia de Todos os Santos (All Saints´ Day) ou ainda All-Hallow’s Day, em inglês antigo.

No século VIII, 1° de novembro era a data que marcava o final da colheita e também era o início do inverno rigoroso e a época do ano associada à escuridão e morte. Na noite de 31 de outubro, eles celebravam “Samhain” que mais tarde passou a ser chamado de Äll-Hallow’s Eve (véspera do dia de todos os santos) finalmente passou a ser chamado de Halloween. Neste dia, acreditava-se que os espíritos dos mortos voltavam à Terra para danificar as plantações. Os Celtas ainda acreditavam que a presença de espíritos do outro mundo auxiliava os pastores Celtas, chamados “Druids” a fazer previsões e profecias que eram uma importante fonte de conforto e orientação para os celtas durante o longo inverno.

Acredita-se que o Halloween teve sua origem a partir do Festival Celta de Samhain. Samhain era um festival que marcava o final da colheita e o início do inverno. Nesse dia, o povo celta fazia grandes fogueiras para se aquecerem e usavam fantasias para afastar os fantasmas. No século VIII o Papa Gegrório III decretou dia primeiro de novembro como o dia em homenagem a todos os santos e mártires: o feriado de 1° de novembro, Dia de Todos os Santos (All Saints Day ou All Hallow’s Day), incorporou algumas tradições de Samhain. A noite anterior era também chamada de All Hallow’s Eve em inglês antigo que mais tarde passou a ser chamado de Halloween.

Na segunda metade do século XIX, os EUA receberam uma grande quantidade de imigrantes, principalmente de irlandeses que fugiam da Praga de Batata ou também conhecida como a Fome da Batata de 1846 que ajudou a popularizar a celebração do Halloween nacionalmente. Por influência dos irlandeses e ingleses, os americanos começaram a se fantasiar e irem de casa em casa pedindo alimento e dinheiro, prática que passou a ser hoje em dia a tradição de “trick- or- treat”. Essa prática também pode estar relacionada com um costume medieval – “souling” que era praticado na Britânia e na Irlanda, onde os pobres iam de porta em porta do dia 1 de Novembro ( All Hallows’ Day) pedindo alimentos em troca de orações pelos os mortos.

Vários rituais eram praticados pelas mulheres solteiras nessa época, elas acreditavam que na época de Halloween elas podiam descobrir o nome ou ainda saber a aparência de seus futuros maridos fazendo truques com lã, casca de maçãs e espelhos. As maçãs também faziam parte de outra profecia de casamento. De acordo com a lenda, no Halloween (às vezes na badalada da meia noite), as moças descascavam uma maçã sem quebrar a casca e a jogavam pelos ombros. Supunha-se que a casca da maçã cairia no chão na forma da primeira letra do nome de seu futuro marido.

Outro ritual de Halloween era olhar no espelho à meia noite à luz de vela, assim elas acreditavam que veriam o contorno do rosto de seu futuro marido. Outro ritual consistia em jogar um novelo de lã pela janela segurando uma ponta da lã e enquanto puxavam a lã repetia várias vezes, “Eu puxo, quem está segurando?” (I pull it. Who is holding it?) e antes de terminar a lã, o rosto de seu amado apareceria na janela ou o nome do seu amado seria soprado ao seu ouvido. Como muitos jogos infantis, essas brincadeiras eram provavelmente feitas de forma divertida, embora algumas pessoas as levassem a sério.

Existe ainda a famosa lenda de um fazendeiro bêbado chamado Jack Stingy, que fez um trato com o Diabo depois de sua morte e  acabou sendo recusado tanto na porta do  Céu quanto na do Inferno, sendo forçado a perambuar  pela escuridão do purgatório: por isso, ele fez uma lanterna a partir de um nabo e um pedaço de carvão  incandecente para guiar sua alma perdida.Em todos Halloweens, as comunidades da Irlanda faziam suas lanternas para assustar os espíritos.Esta tradição passou a ser feita com abóboras quando os imigrantes  irlandeses encontraram um vegetal de cor alaranjada brotando em abundância na America do Norte e passaram a usá-las para fazer as lanterna ( jack-o’-lantern).

Hoje em dia, o Halloween é o dia em que pequenos fantasmas e duendes tomam as ruas batendo de porta em porta para pedirem doces e assustam uns aos outros. Histórias de assombração são contadas em volta de fogueiras, filmes aterrorizantes são apresentados nos cinemas e abóboras são esculpidas em “jack-o’-lanterns”.

Comments are closed.